Skip to main content

A transparência é um valor importante para a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). O serviço tem investido em tecnologia para partilhar cada vez mais informação com o cidadão, e foi pioneiro, entre os seus congéneres, na publicação de dados operacionais na Internet, o que faz desde 2007. Na página inicial do sítio digital da ANPC encontra um mapa com as ocorrências em curso por distrito, o que lhe permite saber, num relance, onde se concentra a atividade de proteção e socorro em Portugal continental. A partir daí, clicando no mapa ou nas ligações abaixo dele, terá acesso a informação complementar.

Ao visitar a página das ocorrências em curso fica a conhecer os principais elementos caracterizadores daquelas, i.e., as ocorrências que no momento em que acede ao sítio digital da ANPC estão a empenhar meios de proteção e socorro (recursos humanos e/ou materiais). Uma ocorrência em curso é, por definição, a que ainda está a merecer intervenção de meios ou que está em fase de resolução depois de solucionada a situação que lhe deu origem. A ANPC pode receber alertas de variadas fontes, desde chamadas do cidadão para o número nacional de emergência, o 112, até chamadas diretas para os Comandos Distritais de Operações de Socorro ou para os Corpos de Bombeiros. Quando a ANPC recebe notícia de incidentes que necessitam de intervenção para proteger ou socorrer pessoas, bens ou o ambiente, aciona meios das entidades que podem prestar o auxílio necessário, e regista os dados na aplicação informática que concentra toda a informação sobre o que se passa no país em matéria de Proteção Civil, o Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO). A informação que está a consultar tem origem no SADO, que a transmite para o sítio digital para que o cidadão a possa consultar. O que se iniciou com um telefonema de um cidadão para os Bombeiros locais, para o 112 ou outras fontes, chega até si depois de uma cadeia de eventos ter sido despoletada.

Para a ANPC todas as ocorrências são relevantes, tanto quanto o são para os cidadãos que estão a qualquer momento a ser socorridos por agentes de proteção civil ou se sentem ameaçados por um qualquer acontecimento, mas à escala do país, há ocorrências que se destacam pela escala ou pelos valores ameaçados. Quando consulta a página das ocorrências importantes está a aceder à lista das ocorrências que ultrapassaram critérios operacionais pré-definidos, como uma duração superior a 3 horas e mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos, no caso de incêndios rurais, ou outros critérios de magnitude, no caso de ocorrências de outras naturezas. Por essa razão, são apresentadas ao cidadão com maior detalhe, permitindo saber não apenas onde decorre a ocorrência, mas também quem são as entidades que prestam socorro e como estão a correr os esforços desenvolvidos para resolver a situação, entre outros aspetos não apresentados para as outras ocorrências. Isto não significa que a ocorrência que está perto de si não tenha significado para a ANPC. Como em tudo, a leitura é relativa. Sabemos que as ocorrências que nos estão próximas têm sempre mais significado do que as que nos estão afastadas. Não obstante, a ANPC procura, sempre, fornecer informação de um modo rigoroso, isento e imparcial.

Através das ocorrências do dia terá acesso a todas as ocorrências de proteção e socorro que começaram desde as zero horas do dia (hora legal de Portugal continental), para que tenha uma perceção mais clara sobre a dimensão do empenhamento de meios nesse dia. Toda a informação que a ANPC lhe fornece está próxima do tempo-real, ou seja, existe um atraso de poucos minutos entre o seu registo no SADO e o momento em que essa informação transita para o sítio digital onde o cidadão a pode consultar. Sabemos que a informação de ocorrências é apelativa – sabia, por exemplo, que a situação operacional da ANPC recebe mais de 6 milhões de visitas por ano e que, num único dia, podem existir mais de 100 mil visitas? – e, por essa razão, procuramos garantir que está sempre disponível. Porém, para que todos os sistemas digitais de apoio à decisão e informação ao público fluam sem sobrecarga, introduzimos um pequeno atraso para o qual apelamos à sua compreensão.

A ANPC não filtra nem omite ocorrências com empenhamento real de meios, por isso não estranhe se algo lhe parecer faltar! Existirá seguramente uma boa razão para isso. Por outro lado, não se surpreenda se observar ocorrências em curso que não são do próprio dia e/ou parecem não ter meios associados: são, normalmente, ocorrências cuja natureza justifica o seu prolongamento no tempo ou que foram reabertas para atos repetidos respeitantes à mesma situação.

Se precisar consultar informação sobre ocorrências mais antigas, tem à sua disposição a pesquisa avançada, onde pode definir um intervalo de datas e escolher a natureza da ocorrência, bem como o âmbito distrital que desejar. Toda a informação tabular que fornecemos é exportável para que a possa trabalhar de acordo com os seus critérios e interesses. Como acima se declarou, a transparência é um valor muito importante para a ANPC. Por isso, não queremos deixar de partilhar consigo as mesmas ocorrências que nos ocupam o dia-a-dia de trabalho quando procuramos proteger e socorrer os nossos concidadãos.


Producteur

Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil

A ANEPC é a autoridade nacional em matéria de emergência e proteção civil,…

Voir le profil

Abonnés

Aucun abonné pour l'instant

Discussions

Discussion entre l'organisation et la communauté à propos de ce jeu de données.