Skip to main content

Servidão e Restrição de Utilidade Pública (SRUP) - Aeroportos e Aeródromos, em vigor em Portugal Continental.
Os Aeroportos e Aeródromos, incluindo instalações de apoio à aviação, constituem uma servidão e restrição de utilidade pública, estando inserida no âmbito das infraestruturas.
A constituição de servidões aeronáuticas segue o regime previsto na legislação aplicável.
As zonas confinantes com aeródromos civis e instalações de apoio à aviação civil estão sujeitas a servidão aeronáutica tendo em vista garantir a segurança e eficiência da utilização e funcionamento dessas instalações, bem como a proteção das pessoas e bens à superfície.
As zonas das servidões aeronáuticas e os limites do espaço aéreo por ela abrangidos são definidos para cada caso, por Decreto do membro do Governo que tutela esta área setorial.
No caso de se tratar de um aeródromo civil ou instalação de apoio à aviação civil sujeita, simultaneamente, a servidão aeronáutica civil e a servidão militar, as servidões devem ser estudadas coordenadamente e sempre que possível constituídas, modificadas ou extintas pelo mesmo diploma.
A informação geográfica fornecida através dos respetivos serviços Web foi produzida pela DGT e por outras entidades oficiais, a partir de informação legalmente depositada no Sistema Nacional de Informação Territorial (SNIT) relativa à delimitação da servidão dos Aeroportos e Aeródromos.

Discussões

Troca de mensagens ente a organização e a comunidade sobre este conjunto de dados. Utilize este formulário para interagir com os fornecedores de dados.

Recursos da comunidade

Se criou, ou pretende criar, uma interpretação diferente deste conjunto de dados (i.e. com colunas adicionais, outra ordenação, etc.), pode carregar o recurso e partilhá-lo nesta área.

Reutilizações

Reutilizou estes dados e publicou um artigo, uma infografia ou aplicação? Com uns cliques apenas, promova o seu trabalho e aumente a sua visibilidade.